Tão fundamental como a organização de um comércio, está o controle de pragas. Condições favoráveis no ambiente de trabalho são essenciais não apenas para a equipe de trabalho, mas para zelar também pelos clientes.

Um ambiente limpo e higiênico chama a atenção do consumidor. O contrário acontece, se este cliente estiver na loja, empresa, indústria e encontrar um rato ou baratas. Além de poder denunciar o comércio, vai sair falando mal e possivelmente é um cliente a menos.

Por isso, todo cuidado com a higienização é fundamental. E quando se tratar de estabelecimentos alimentícios o cuidado é redobrado. Vamos mostrar alguns motivos pelo quais você deve zelar para que seu ambiente esteja longe das pragas urbanas.

Importante para a qualidade dos produtos: Independente do tipo de comércio dentro do setor alimentício, um restaurante, bar ou supermercado, é fundamental que o estabelecimento siga as regras e deixe o ambiente longe de pragas urbanas, para garantir a qualidade dos alimentos, produtos e segurança para os clientes.

Legislação em estabelecimentos: Existe uma Resolução de Diretoria Colegiada RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004 onde todos os estabelecimentos de alimentos deve seguir esta resolução na qual se dirige a tomar providências quanto ao controle de pragas urbanas nesses locais. Quais sãos estes locais? Cozinhas de grandes empresas, bares, restaurantes, lanchonetes, cantinas, entre outros, onde o alimento se faz presente. Conforme consta no item 4.3.1, assim define: “A edificação, as instalações, os equipamentos devem ser livres de vetores e pragas urbanas”. Então, é dever do proprietário cuidar do seu local para o controle das pragas.

Pode causar risco de contaminação: Você já deve ter ouvido falar de alguém que foi em um bar, restaurante e depois passou mal. A causa pode ter sido a contaminação de pragas em alimentos. Isto porque, algumas pragas são responsáveis pela transmissão de doenças como disenteria, difteria, salmonelose, tuberculose, entre outras. Por isso, tudo cuidado em higiene é pouco. Por mais que o ambiente transpareça ser limpo, é preciso ter atenção com algumas pragas que costumam se instalar dentro de caixas de papelão, embalagens plásticas ou até mesmo em sementes e grãos.

Dados de pessoas contaminadas: Prova disso é que muitas pessoas ainda continuam se contaminando em estabelecimentos alimentícios em decorrência do ataque das pragas urbanas. Por exemplo, um pacote velho de bolacha pode ser o local perfeito para instalação de pragas. Neste caso, especialmente em grandes indústrias o cuidado deve ser diário, para que seja feita observação nos alimentos e a limpeza regularmente.

Condições favoráveis

Todo o ambiente no comércio deve se atentar para esses detalhes e ter alguém responsável por esse serviço. Um terreno baldio perto do comércio pode, por exemplo, favorecer a entrada de ratos aumentando o risco de contaminação na comida. Os cupins podem trazer sérios danos para as prateleiras ou materiais de madeira.

O cuidado com este ramo não deve ser feito apenas verificando. Ele inicia na verdade, desde a armazenagem, industrialização até o consumo.

Serviço autorizado

As empresas especializadas neste tipo de serviço são as empresas de dedetização que farão o manejo e controle das pragas. Recomenda-se que o dono do comércio tenha uma parceria com alguma empresa dedetizadora, já que está parceria deve ser quase regularmente. A empresa especializada vai usar as melhores ferramentas, detectando a praga e utilizando agentes químicos como inseticidas e raticidas e medidas corretivas que respeitam o local da empresa, a equipe de funcionários, bem como os clientes, para não oferecer nenhum risco à saúde dele.

É necessário que o cliente, quando identificar algum caso onde há praga, faça a denúncia para secretária responsável que possa tomar medidas contra a empresa.