São Paulo:
(11) 3053-4600
Demais Localidades:
0800 755 9000
24 Horas
05 ago 2019
Dedetização hospitalar: o que você precisa saber

Dedetização hospitalar: o que você precisa saber

Os hospitais são ambientes de risco e que conta com várias pessoas debilitadas. Por esse motivo, todo tipo de vetor de doenças deve ser restritamente controlado dentro de ambientes hospitalares. Isso faz da dedetização hospitalar um assunto sério e bem complexo.

A Dedetizadora Esgotecnica atua em São Paulo e na região com a dedetização de diferentes tipos de ambientes. Trabalhamos também no âmbito hospitalar, sempre oferecendo segurança completa e todos os procedimentos necessários para eliminar as pragas.

Primeiro é importante entendermos o perigo das pragas urbanas para os hospitais! Essas pragas são vetores de diversas doenças, com atenção especial aos ratos e também às baratas.

Esses animais carregam em suas patas e seus pelos várias bactérias, vírus e outros agentes contaminantes que podem ser muito perigosos para pacientes e para todos no ambiente hospitalar.

A simples presença de ratos e baratas pode colocar em risco muitos pacientes e ser uma tremenda dor de cabeça para a administração do hospital.

Além disso, temos também outras pragas, como os cupins, que podem causar danos gravíssimos a parte estrutural de um ambiente.

Enquanto eles são problemáticos para qualquer ambiente, os cupins causam mais problemas para um hospital por causa da dificuldade de realizar reforma nesses locais.

Para garantir a tranquilidade da administração e a saúde de todos os pacientes, a dedetização deve ser feita sempre que as pragas forem notadas.

Além disso, é importante também contar com um programa de dedetização preventiva para evitar que essas pragas surjam.

Confira um pouco mais sobre esse assunto delicado!

Como evitar pragas urbanas em hospitais

Evitar o surgimento das pragas urbanas é a melhor coisa a se fazer. Parte da dedetização hospitalar preventiva consiste em não deixar que ratos, baratas e cupins consigam proliferar dentro do ambiente.

Infelizmente, o ambiente hospitalar e clínico possui uma série de fatores que facilitam o surgimento e proliferação de pragas urbanas.

Inicialmente temos o fato de que é um lugar com muitas pessoas e uma alta movimentação. Isso ajuda pragas urbanas de vários tipos a se espalhar.

Outra coisa que ajuda bastante no surgimento dessas pragas é que hospitais geralmente possuem um grande espaço e estão quase sempre abertos. Além disso temos o estoque de alimento, humidade e muitos outros pontos.

Portanto, é fundamental que na criação de um plano de dedetização preventiva, seja eliminado:

  • Oferta de abrigo – Ratos, baratas, cupins, formigas e todas as outras pragas urbanas precisam de um lugar para “se esconder”. Isso vai desde roupas sujas jogadas em um canto até caixas armazenadas. Esses abrigos precisam ser eliminados para evitar a proliferação.
  • Oferta de água – Todo animal precisa de água para sobreviver. As pragas urbanas aproveitam de goteiras, canos rachados e infiltrações para isso. Portanto, esses fatores devem ser sempre resolvidos.
  • Oferta de alimento – Baratas e ratos costumam se alimentar de restos de comida e outros materiais encontrados no lixo. Isso deve sempre ser eliminado do ambiente.

Além disso, o hospital também precisa utilizar armadilhas para ratos de tipos variados para pegar indivíduos que entrem no local antes de iniciaram uma colônia.

Cuidado com a empresa contratada para dedetização hospitalar

Um ponto que é muito descuidado por muitos contratantes é a seriedade e o profissionalismo da empresa contratada.

É muito importante entender que o trabalho de dedetização não é apenas jogar veneno em um local e pronto. Existem normas e várias recomendações feitas pela ANVISA que regulamentação a atuação.

Essas normas garantem que o veneno usado é permitido, que não haverá risco para os pacientes e também que o descarte das embalagens dos venenos não é feito de forma inadequada. O descarte irregular traz graves consequências para o meio ambiente.

Por isso, é fundamental que ao contratar serviço de dedetização para hospitais, seja feito o contato com uma empresa 100% séria e que tenha todas as licenças para atuar.

A empresa também precisa se preocupar com a segurança de seus funcionários. Ou seja, é necessário que quem esteja realizando o procedimento tenha todos os EPIs (Equipamento de Proteção Individual) e possua treinamento adequado.

Quando chamar uma dedetizadora para hospitais?

O mais importante é não esperar a proliferação começar para poder tomar a iniciativa de entrar em contato com uma dedetizadora. O certo é você ter o contato de uma empresa e juntos traçarem um plano de prevenção de pragas.

Caso esse não tenha sido o caso, é importante chamar a dedetizadora assim que notar os principais sinais das pragas urbanas no ambiente.

Não demore muito para contratar uma empresa, afinal todas as pragas urbanas possuem uma capacidade muito rápida de proliferação.

Para garantir a dedetização de hospitais e clínicas em São Paulo, litoral e cidades da região, conte com a Esgotecnica!

A Esgotecnica oferece todas as soluções para acabar com qualquer praga urbana dentro.

A Esgotecnica também tem todas as certificações necessárias para atuação. A empresa conta com muitos anos de experiência, além de vários casos de sucesso e clientes satisfeitos com o nosso serviço de dedetização.

Entre em contato com a gente e conheça mais sobre os nossos serviços, condições e empresa. Garantimos que você encontrará tudo o que precisa para livrar o ambiente hospitalar de pragas e vetores.

26 jun 2019

Quais são os cuidados após a desratização

As pragas urbanas são problemas comuns em grandes cidades. Porém, muito além do inconveniente de ter que lidar com essas criaturas, temos o problema da saúde pública, que é bastante prejudicada por essas pragas. Por este motivo, a dedetização é tão necessária em muitos momentos.

As pragas urbanas podem prejudicar o dia a dia das pessoas de várias maneiras. Desde o inconveniente de ter que lidar com formigas e outros insetos andando pelas paredes ou chão até a problemas na estrutura do imóvel por causa de roedores e cupins.

Eliminar as pragas urbanas não é uma das tarefas mais fáceis. A Dedetizadora Esgotecnica tem em seus mais de 20 anos de história vários casos de sucesso na eliminação de pragas urbanas. Com isso, temos muitos conhecimentos para repassar aos nossos clientes.

Um desses conhecimentos é os cuidados após a desratização para proteger o ambiente, as pessoas e também para conseguir prolongar os efeitos da desratização em si, evitando que os roedores voltem para o ambiente.

Confira algumas dicas que podem fazer toda a diferença no resultado final de uma desratização profissional e que com certeza serão bem uteis para pessoas que estão com problemas com pragas urbanas, principalmente com os ratos e roedores.

A importância da desratização

Pode até não parecer, mas uma colônia de ratos funciona de forma bastante complexa e muitas vezes em um equilíbrio delicado. Existem muitas maneiras de acabar com ratos e roedores, mas é possível que sem o conhecimento errado a situação acabe piorando consideravelmente por causa de certas ações.

Vamos dar um exemplo do que pode acontecer em uma colônia. Os ratos são territoriais, portanto, não é incomum que um macho adulto ataque a própria prole para evitar competição no futuro.

Com isso, o próprio rato acaba controlando a população do ambiente. Ao usar uma ratoeira ou outro método de desratização que acabe com ratos adultos, sem eliminar os outros, é possível que esse equilíbrio seja quebrado e a população de ratos passe a crescer desordenadamente.

Quando você contrata um serviço de desratização, está contratando um controle completo e que evita que esse tipo de incidente aconteça.

Por isso, em locais onde há ambiente propício para a proliferação, é importante contratar a desratização profissional!

Quais são os cuidados após a desratização

Existem diferentes maneiras de realizar a desratização, desde métodos mecânicos, em casos que não são graves até o uso de produtos químicos para os casos onde a proliferação já teve início.

Porém, em todos os casos é necessário ter uma série de cuidados para evitar problemas com os moradores e usuários de um ambiente, além de evitar que os ratos voltem a se proliferar no ambiente desratizado.

No caso de uso de materiais químicos, recomenda-se que:

  • Durante e um tempo depois da aplicação, recomenda-se retirar os pets do local onde o veneno foi aplicado. Isso é mais importante principalmente na desratização realizada com pós químicos e com iscas de veneno, já que esses métodos podem acabar prejudicando os pets da mesma forma que prejudica os ratos.
  • No caso da desratização por spray, é importante não deixar animais e crianças pequenas entrarem no ambiente antes do spray secar. Essa informação pode variar de acordo com a marca do spray e serão informados pelo técnico de desratização que realizará o trabalho.
  • Evite usar o ar-condicionado por pelo menos 24h após aplicação dos produtos químicos para desratização, já que isso pode fazer com que eles circulem no ar indevidamente.

Cuidados após a desratização para evitar a volta das pragas

Outro ponto muito importante é evitar que os ratos voltem para o ambiente após uma desratização bem concluída. Em ambientes comerciais, industriais ou condomínios residências, é fundamental ter um plano contínuo de controle de pragas que deve ser elaborado junto da dedetizadora.

Esse plano consiste em uma série de atividades preventivas para conseguir evitar que os animais voltem, além da realização de um controle periódico. Em cozinhas ou locais que armazenam alimentos, esse controle é exigido por lei, devido a facilidade que os ratos tem de procriar nesses locais e o risco à saúde que eles podem causar.

Nos ambientes residenciais, o importante é evitar criar um local propício para a volta dos ratos. Após a desratização é importante remover o quintal ou dos cômodos qualquer fonte de água, alimento ou possibilidade de abrigo para os ratos.

Esses são os três fatores que fazem com que roedoras possam proliferar em um ambiente. Então após o controle das pragas, é preciso fazer uma limpeza no quintal ou na casa, tampar caixas d’água e retirar entulhos e lixos que possam estar sendo usados como abrigo.

Com esses cuidados, você preserva a sua saúde e evita que ratos possam voltar a atormentar o seu dia a dia.

Para você ter o melhor serviço de desratização de São Paulo e região, conte com a Dedetizadora Esgotecnica! Atuamos com profissionais treinandos e produtos de primeira linha para sempre oferecer segurança e eficiência.

05 abr 2019

Veneno para desratização: qual é o melhor

Os ratos são as mais comuns pragas urbanas que encontramos em áreas residenciais, comerciais e industriais. Esse tipo de criatura pode causar diversos prejuízos financeiros, além de serem vetores para diferentes doenças, algumas até bastante perigosas. Por isso, ao notar a presença de ratos em qualquer ambiente, é preciso pensar na melhor forma de dedetizar o ambiente. Geralmente, pensamos em usar veneno para desratização, mas qual será o melhor?  E será que o remédio é uma boa opção?

A Esgotecnica Dedetizadora pode oferecer para todos os ambientes diversos níveis de controle de pragas, desde a desratização completa em casos de infestação até a elaboração de um plano de controle completo e fundamental para evitar que essas criaturas apareçam.

Caso você notou a presença de muitos ratos em um ambiente, conte com a Esgotecnica para acabar com essas criaturas e deixar o ambiente livre de doenças e perigos! Porém, caso a infestação ainda não começou e você está tendo problemas com alguns poucos ratos pequenos, existem opções interessantes para você lidar com essas criaturinhas.

Vamos explorar um pouco mais sobre as opções de venenos para lidar com ratos!

Melhor solução para desratização

Antes de pensarmos no veneno, é importante lembrar que essas substâncias trazem diversos riscos para a saúde, por isso, precisam ser utilizadas com muito cuidado, além de poderem contaminar todo o ambiente e pessoas e animais.

Por isso, é importante buscar certas opções antes de tentar desratizar um ambiente usando veneno. Nesses casos, uma poderá maneira de se livrar de ratos, é acabar com todos os fatores que podem estar atraindo esses roedores para dentro de um ambiente.

Os ratos e outras pragas urbanas são atraídos por uma trinca de elementos. São eles:

  1. Abrigo
  2. Alimento
  3. Água

Se existem ratos na sua casa, comércio ou indústria, provavelmente os animais estão encontrando esses três fatores. Para se livrar dessas criaturas, tente sempre limpar o lixo da sua casa e do quintal, para que eles não tenham como encontrar alimentos em entulhos ou restos. Até mesmo a ração de animais pode ser uma fonte de recursos para os ratos, por isso nunca deixa a ração no pote durante a noite.

Já o abrigo, os ratos gostam de ficar em entulhos, móveis velhos, quartos com muita bagunça, principalmente onde é possível encontrar roupas velhas, colchões e papelões.

Eliminando esses fatores, é bem provável que os ratos vão embora depois de um tempo. É importante ressaltar que os ratos são criaturas furtivas e que preferem sempre se esconder e nunca entrar em conflito. Por isso, vão procurar água e comida em locais de fácil acesso ou então que fiquem escondidos.

Para auxiliar na eliminação desses roedores, uma boa ideia é utilizar métodos mecânicos de desratização, como a ratoeira e armadilhas.

Vale a pena arrumar um gato para se livrar de ratos?

Muita gente, na hora de pensar em desratização consideram adotar um gato para se livrar dos ratos. Mas, primeiro e mais importante, gatos (e nenhum outro animal) devem ser adotados com o intuito de serem usados como objetos (ratoeiras, alarmes e outros).

Segundo, nem todo gato é um caçador e isso pode acabar frustrando o dono do animai, que pode acabar abandonado o felino. Portanto, nunca considere um gato para algo além de um animal de estimação.

Tipos de veneno para desratização

Existem diferentes tipos de venenos usados para matar ratos, existem os profissionais que devem ser usados apenas por empresas de dedetização e existem aqueles que podem ser comprados em pecuárias.

Entre os tipos mais comuns de venenos usados em ambos os âmbitos estão:

  1. Iscas semi Parafinadas – Esse tipo de veneno é amarrado em pontos estratégicos. Esses venenos amarrados atraem o rato, que comem um pedaço da isca e logo são envenenados. É uma forma rápida e fácil de lidar com roedores.
  2. Porta Iscas – As porta iscas é mais uma forma de administrar o veneno do que o veneno em si. Esse sistema funciona como uma caixa que tem a isca colocada dentro para que o rato possa entrar e se alimentar, morrendo envenenado logo depois.
  3. Iscas granuladas – Esse é um tipo de veneno bem pequeno e que pode ser espalhado por diversos pontos estratégicos para matar os ratos de forma silenciosa e sem cheiro.
  4. Pó de contato – Um veneno que mata por contato direto com a pele. Ele adere aos pelos dos ratos e os contamina através do contato com o produto, esse tipo de substância é bem eficiente para acabar com colônias.

Algumas dessas opções são facilmente encontradas no comércio. Porém, se a infestação não for resolvida com essas soluções, é necessário chamar uma dedetizadora par utilizar químicos mais fortes e elaborar um plano de desratização completo.

Para ficar tranquilo e não correr nenhum risco, você pode chamar a Esgotecnica para oferecer a desratização completa e com os melhores produtos para qualquer situação!

18 jan 2016

Desratização – O que é e como funciona?

Os ratos são uma praga que atinge a maior parte das cidades do mundo todo. Eles trazem diversos prejuízos a população local e podem transmitir inúmeras doenças. Entre as patologias transmitidas pelo rato, estão peste bubônica, leptospirose, tifo murino e hantavirose. Por isso, o combate aos ratos torna-se essencial nas casas, condomínios e empresas através da desratização.

O QUE É DESRATIZAÇÃO?

Os ratos são uma das maiores pragas urbanas. Eles têm grande impacto em nossas casas, transmitem muitas doenças e ainda trazem riscos à economia local. O serviço de desratização é feito por profissionais especializado para localizar os focos da infestação de ratos e remover essa praga urbana do local com segurança para os homens.

Desratização - Controle de Roedores

COMO FUNCIONA A DESRATIZAÇÃO?

A desratização é feita através da aplicação de produtos químicos posicionados estrategicamente por profissionais para acabar com os ratos das casas e empresas. Esses produtos podem variar de acordo com as necessidades locais e o tipo de roedor.

DESRATIZAÇÃO E MÉTODOS:

O controle de ratos e roedores urbanos (desratização) que prejudicam o seu imóvel é feito através de diferentes métodos! Contamos com os principais para trazer segurança e eficiência para o controle de pragas urbanas ao seu ambiente!

Iscas para Ratos

ISCAGEM

A DESRATIZAÇÃO por iscagem é realizada através de posicionamento do veneno em pontos estratégicos. O veneno atrai os ratos e pode infectar também a colônia, dependendo da espécie.

A isca simula o alimento do roedor, atraindo-o até o veneno. Por isso, as iscas devem ser colocadas em pontos bem definidos para garantir a sua eficiência no processo de desratização. Esses locais são próximos de onde os roedores estão buscando alimento, perto das tocas, pelos caminhos onde os indivíduos estão caminhando e outros pontos.

Esses produtos de desratização são feitos com materiais resistentes à umidade, portanto são ideias para diferentes tipos de ambientes.

Esse é um excelente método para lidar com os indivíduos de uma colônia. Outro diferencial da iscagem é que a sua ação anticoagulante evita os odores da decomposição.

Efetiva, prática e segura, a iscagem é um dos métodos de desratização mais populares em todo o mundo, além de ser considerada uma forma não cruel de lidar com os roedores.

POLVILHAMENTO

Feita através do uso de pó seco inodoro, o polvilhamento também é efetivo contra indivíduos e colônias através da sua ação residual e transporte pelos próprios animais.

Diferente das iscas, que atraem os roedores, o polvilhamento precisa entrar em contato direto com o animal para que o método de desratização seja eficiente.

O pó utilizado no polvilhamento é carregado para dentro da colônia, onde tem inicio o seu efeito de desratização. Por isso, ele deve ser colocado por onde os ratos andam, como dutos ou até mesmo diretamente na toca.

Vale lembrar que o polvilhamento pode também ser utilizado como coadjuvante no tratamento com o uso das iscas, dependendo da análise da situação.

O polvilhamento também é um sistema rápido para lidar com os ratos, não causando sofrimento aos animais.

DISPOSITIVOS DE CAPTURA

O polvilhamento é considerada uma forma humana de lidar com os roedores urbanos. Também é indicado para casos de monitoramento ou para onde o uso de produtos químicos é impossibilitado.

Os dispositivos de captura podem ter diferentes formatos, sendo o mais comum os que utilizam adesivos para prender os ratos. Esse procedimento de desratização é indicado para infestações menores ou então para um primeiro momento de análise do tamanho da infecção e nível de proliferação dos roedores.

QUAL O PREÇO DA DESRATIZAÇÃO?

O preço da desratização pode variar de acordo com muitas variantes. Como você pôde ver, cada situação exige um serviço diferente para acabar com os ratos. Esse é um dos principais fatores que servirão para calcular o preço da desratização. Porém, além disso, é necessário levar em conta quais os tipos de ratos que estão no ambiente e o tamanho do espaço que deverá passar pelo processo de desratização.

Uma dica que se deve levar em conta é que, nem sempre, o profissional mais barato será a melhor opção para o serviço. Lembre-se sempre que o processo de desratização envolve produtos químicos que podem trazer riscos ao homem. Por isso, é essencial que seja feito por um profissional especializado e com conhecimento da área.

Casa livre de ratos após desratização

Se estiver precisando de um serviço de desratização, chame quem entende do assunto, chame a Dedetizadora Esgotecnica.

Tire suas dúvidas pelo WhatsApp