São Paulo:
(11) 3053-4600
Demais Localidades:
0800 755 9000
24 Horas
23 maio 2019

Quais são os cuidados após a descupinização

As pragas urbanas são um problema para residências, comércios e outros setores urbanos no mundo todo. Existem diferentes tipos de insetos e pragas que podem atrapalhar o dia a dia de qualquer imóvel. Entre eles, temos os mais comuns como as baratas e os ratos, porém, um dos mais prejudiciais e que mais dão prejuízos são os cupins. Por isso, a descupinização é algo tão importante.

Existem diferentes tipos de cupins, cada um com suas características, porém, todos com o mesmo problema: Essas pragas urbanas são vorazes devoradores de diferentes tipos de materiais. Isso quer dizer que objetos de madeira e até mesmo concreto podem ser destruídos pelos cupins. Em um imóvel isso pode representar um grande prejuízo, já que a parte estrutural está sendo comprometida pelos insetos.

A Esgotecnica Dedetizadora entende importância da dedetização de cupins e o controle dessas pragas para evitar danos para materiais, móveis e até mesmo para a estrutura da residência ou ambiente comercial. Por isso, oferecemos um serviço de descupinização completo, eficiente e com atendimento 24h para eliminar essas criaturas indesejáveis de dentro de qualquer ambiente.

A descupinização, assim como outros procedimentos de dedetização, é feito através de venenos e outros tipos de controles. Por isso, é importante tomar certos cuidados antes e depois da descupinização para garantir que não haja nenhum risco e também para potencializar o controle dessas criaturas.

Como é feita a descupinização?

Existem diferentes maneiras de controlar os cupins e realizar a dedetização desses insetos. Existe a descupinização feita com barreiras químicas, onde é utilizado produtos aplicados no solo, paredes e tetos para evitar que as pragas urbanas alcancem certo ambiente. Geralmente esse procedimento é utilizado para os cupins subterrâneos.

No caso dos cupins de madeira, é feito um tratamento nas madeiras afetadas através da aplicação de inseticidas. O veneno é colocado através de furos estratégicos e por fim é realizado uma pulverização para evitar novas infestações.

Temos também descupinização com tratamento de conduítes usa produtos químicos para bloquear a passagem de cupins. E a descupinização localizada, que é usada para tratar cupins em locais específicos com a aplicação do produto químico no local afetado pela praga.

Existem diferentes processos envolvidos na descupinização, porém, esses exemplos podem ajudar a entender um ponto importante sobre a dedetização dessas pragas urbanas. Todos os procedimentos usam produtos químicos para conseguir realizar o controle desses insetos.

E como sempre, quando lidamos com venenos e químicos, é sempre fundamental seguir certos cuidados para evitar contaminações. Também é preciso tomar certos cuidados com a descupinização para evitar que as criaturas voltem depois de pouco tempo.

Cuidados após a descupinização

Confira alguns dos cuidados que você precisa ter logo após uma descupinização realizada para o controle de cupins.

O que fazer logo após a descupinização?

Existem diferentes tipos de venenos e de químicos que podem ser usados para acabar com cupins e outras pragas. Nem todos se comportam exatamente da mesma forma, mas existem algumas dicas gerais que devem sempre ser seguidas.

  • Após a descupinização, adultos saudáveis devem afastar-se do local por no mínimo 3 horas;
  • Já pessoas com condições especiais (alérgicos, idosos, grávidas, crianças pequenas, pessoas com qualquer debilitação) devem ficar longe do ambiente por pelo menos 12 horas depois do procedimento ter sido completado;
  • Os animais devem ser removidos do ambiente por 24h, isso porque, além de serem sensíveis e frágeis a venenos, os animais podem acabar ingerindo substâncias perigosas, principalmente os cães;
  • Deixe as portas e janelas de imóvel abertas para que a circulação do ar possa carregar gases nocivos que estão presos dentro do ambiente.

Uma dica, que não é exatamente para após a descupinização, é sempre contratar empresas que utilizam apenas produtos autorizados pelos órgãos fiscalizadores.

É possível realizar uma limpeza após a descupinização?

Sim, você pode realizar a limpeza da área onde foi feita a descupinização. Porém, é preciso se atentar que só pode ser usado apenas pano com água e nenhum outro produto químico por pelo menos uma semana.

O que fazer em dedetização com gel?

Além do controle realizado com venenos líquidos existe também a dedetização com gel. Esse tipo de procedimento não oferece risco de contaminação pelo ar e as pessoas não precisam desocupar o local.

Porém, nesses casos, é recomendado ficar de olho em crianças e nos animais de estimação para evitar que eles ingiram o veneno.

Como prolongar a efetividade da descupinização?

Depois da descupinização é importante seguir medidas para evitar que os insetos voltem a infestar outros cômodos ou outros móveis. Para isso, é importante sempre se preocupar com a limpeza dos ambientes e também realizar o controle de umidade, já que isso também acaba favorecendo o aparecimento de diferentes pragas urbanas.

Para uma dedetização sempre efetiva, segura e para realmente eliminar cupins de um ambiente, conte com a Dedetizadora Esgotecnica! Contamos com todas as autorizações de atuação dos órgãos responsáveis e temos profissionais treinados para realizar o procedimento com eficiência e segurança.

05 abr 2019

Dedetização de cupins: Como é feita

Os cupins são uma das piores pragas urbanas em qualquer ambiente. Eles são responsáveis por causar diversos danos para móveis de madeira, concreto e alimentos. Seja em uma residência ou em um ambiente comercial, essas criaturinhas são inimigos declarados da economia e com certeza vão causar um grande prejuízo para qualquer lugar onde se proliferem.

A dedetização de cupins, também chamada de descupinização, é um processo complexo e que deve ser realizado com muito cuidado para conseguir alcançar o efeito desejado sem causar nenhum efeito colateral negativo. A Esgotecnica realiza esse importante trabalho para garantir a tranquilidade de nossos clientes!

Recomendamos que você sempre contrate uma empresa profissional para liar com esse tipo de problema. Eliminar os cupins não é fácil e usar soluções caseiras podem apenas fazer com que eles sumam por alguns dias antes de voltar com força total.

Uma empresa profissional, como a Esgotecnica, conta com profissionais treinados e capacitados para garantir o melhor resultado na descupinização de um ambiente. Com nossos serviços, garantimos que a sua dor de cabeça com essas pragas acaba de vez!

Como é feita a dedetização de cupins

Antes darmos alguns exemplos de como a descupinização é realizada, é preciso saber quais cuidados você deve tomar antes de realizar a descupinização. Esses cuidados vão evitar problemas com contaminações e até ajudar a dedetização a ser mais efetiva.

A primeira coisa que você deve saber é que o veneno para descupinização é forte e, portanto, pode acabar contaminando roupas e outros utensílios domésticos. Por isso, armários, guarda-roupas, mesas e todos os objetos a serem de dedetizados precisam ser esvaziados.

Outro detalhe importante é em relação a limpeza dos móveis ou superfície de madeira que receberá o tratamento. Sujeiras e outros elementos que cobrem a superfície do móvel são uma barreira para o veneno e podem acabar tornando o procedimento menos eficiente.

Por último, é importante um bom controle de umidade, já que ela pode ser um problema grave e atrapalhar bastante o procedimento.

Como é realizada a descupinização

O método de dedetização de cupins depende muito de qual é o tipo de cupim que acabou infestando o ambiente. De forma geral, existem os cupins subterrâneos e os cupins de madeira seca.

Por isso é importante contar com uma empresa profissional e com experiência para poder indicar qual é o tratamento correto para o seu caso.

Cupim de madeira seca

Como o nome já indica, esses são aqueles cupins que criam a sua colônia em móveis, paredes ou chão de madeira seca. Para esses casos, quando a infestação já está muito avançada, é recomendado trocar todas as peças afetadas, pois dificilmente o veneno vai conseguir lidar com a colônia.

Porém, caso a infestação não esteja tão grave, é possível realizar a descupinização com veneno. O produto é colocado nos orifícios deixados pelos cupins. Mas é importante ressaltar que a quantidade de veneno deve ser devidamente calculada para que a colônia seja eliminada de vez.

Novamente, isso reforça a importância de você contratar uma empresa profissional para realizar a dedetização de cupins em qualquer ambiente.

Cupins subterrâneos

Os cupins subterrâneos dão um pouco mais de trabalho do que os de madeira seca. Entre esse tipo de praga, existem diferentes espécies, o que também precisa ser identificado na hora de lidar com esses insetos.

Por exemplo, algumas espécies de cupins subterrâneos fazem aquela colônia grande e que é fácil de identificar. Esse tipo pode ter o cupinzeiro removido, pois eliminará a colônia. Já outros tipos são mais difíceis de identificar as colônias e elas são divididas em setores, por isso a remoção manual é bem mais difícil e inefetiva.

Além da remoção manual, é possível realizar um tratamento da madeira, assim como no caso dos cupins de madeira seca. Esse tratamento pode ser feito com pincel ou então com pulverizador. Novamente, esse procedimento só pode ser realizado por uma dedetizadora profissional e utilizando produtos registrados pelo Ministério da Saúde.

Outra possibilidade é a realização do bloqueio na construção, onde é perfurado o chão para aplicar um produto que evita que o cupim saia do subsolo para a área afetada. O problema desse sistema é o inconveniente de ter que furar o chão e refazer o acabamento do local.

Por último, temos uma boa solução que são as iscas. Esses são venenos colocados próximos de onde os cupins atuam. Eles mesmos carregam o veneno para dentro da colônia, o que eventualmente mata a rainha.

Existem diferentes maneiras de lidar com cupins. A melhor de todas é chamar a Esgotecnica para realizar a descupinização completa e eficiente do seu ambiente!

Para a melhor dedetização de cupins, conte com a gente e com os nossos profissionais! Assim, você se livra dessas terríveis pragas urbanas sem ter nenhuma dor de cabeça ou prejuízo com os procedimentos!

24 nov 2017
Como acabar com cupim de telhado

Como acabar com cupim no telhado

Os cupins são verdadeiras pragas para muitas residências. A verdade é que muita gente tem medo destes bichinhos e do que eles podem fazer com as nossas casas ou local de trabalho. Uma das situações mais preocupantes é quando encontramos problemas com cupim no telhado.

Os telhados geralmente possuem uma estrutura feita de madeira seca. Este tipo de madeira é o alimento favorito dos cupins, tanto os de madeira quanto os de solo. Portanto, começar a notar os sinais destes animais no telhado é preocupando e pode ser uma tremenda dor de cabeça para todo mundo.

Por atacarem a estrutura que segura as telhas, é possível que em pouco tempo os cupins comprometam a segurança do telhado de uma residência.

Os cupins no telhado podem ser divididos em duas espécies:

  • Os cupins de madeira seca, que fazem as suas colônias dentro da madeira usada na estrutura do telhado.
  • Os cupins de solo, que saem da colônia dentro do solo e vão buscar alimento em outros ambientes.

Para determinar a melhor maneira de acabar com os cupins no telhado, primeiro é preciso analisar três fatores primordiais:

Ao analisar estes três fatores é possível determinar qual a melhor maneira de acabar com a infestação, quais produtos usar e quais serviços contratar. Lembrando que é sempre bom entrar em contato com uma dedetizadora, pois cupins podem dar bastante trabalho e ficar tentando resolver com soluções paliativas pode ser mais caro do que a dedetização completa.

Porém, dependendo do caso, apenas o uso de alguém repelente já é o suficiente acabar com a festa destas pragas inoportunas.

Como acabar com o cupim no telhado

Confira as principais maneiras de acabar com cupim no telhado.

Como acabar com cupins usando iscas

O uso de iscas é uma das principais maneiras de acabar com os cupins. A isca nada mais é do que um veneno que atrai os cupins, os infecta e carrega o efeito do veneno para a colônia.

Este método é efetivo e fácil de ser usado. Basta comprar isca para cupim, atualmente existem muitas no mercado, e aplicar de acordo com as recomendações do fabricante.

Basta aplicar a isca por toda a área onde os cupins estão sendo encontrados e esperar o resultado do veneno. Na grande maioria das vezes estas iscas acabam com toda a colônia.

Uso de repelentes

Existem algumas substâncias que causam aversão aos cupins. Estes repelentes são bem eficazes no combate do inseto, espantando aqueles que moram na madeira e evitando que os de solo cheguem até o local.

Outra vantagem do repelente é que muitos deles são soluções baratas e que muitas pessoas já têm em casa.

  • Querosene: O querosene é uma substância poderosa para repelir os cupins. Basta passar na madeira afetada para começar a sentir o efeito repelente. Porém, é importante tomar muito cuidado pois o querosene é tóxico e altamente inflamável.
  • Óleo de laranja: O óleo de laranja funciona como repelente e inseticida natural contra cupins. Apenas o contato com este óleo pode matar o inseto. O único ponto negativo deste tratamento está no preço do óleo, caso a área afetada seja muito grande, talvez não valha a pena.
  • Óleo queimado: O óleo queimado, aquele óleo preto que retiramos de motores, é uma solução altamente eficaz para acabar com o cupim no telhado. A aplicação também é fácil, basta usar um pincel para passar o produto pelas áreas afetadas. Esta é uma solução barata e efetiva, o único problema é que dependendo da quantidade o cheiro de óleo pode sobressair no ambiente.

Acabando com o cupim no telhado usando inseticida

Existem vários inseticidas livres para o público no mercado. Eles são vendidos em agropecuárias e outras lojas especializadas.

Mas é bom lembrar que estes inseticidas contam com níveis tóxicos e métodos de aplicação diferentes de marca para marca, portanto, é bom sempre consultar um profissional para informar qual o melhor tipo para o seu caso.

Ajuda profissional

O cupim no telhado pode não ser nada fácil de resolver. Muitas vezes é preciso contar com a ajuda profissional para realizar a descupinização e dedetização da área afetada.

Para isso é importante contar com uma empresa séria e que já tenha experiência nestes procedimentos para evitar apenas uma solução parcial.

A Esgotecnica Dedetizadora conta com equipes treinadas e os melhores produtos para acabar com estas pragas, tanto os cupins de madeira quanto os cupins de solo. Acabamos com o cupim no telhado da sua casa, empresa ou comércio.

Utilizamos sempre os melhores métodos para garantir o fim da praga de uma vez por toda, além de realizar o tratamento necessário para que não haja uma segunda proliferação.

19 out 2017

Como acabar com cupim de solo

Os cupins representam um grande risco para residências e prédios em todo o mundo. Ele é considerado uma das pragas que maus causam prejuízos para o ser humano, infelizmente este é um problema que pode acontecer em qualquer lugar.

Entre os principais tipos de cupins que existem dentro da área urbana, o cupim de madeira seca e o subterrâneo (também conhecido como cupim de terra e cupim de solo), são os mais prejudiciais.

Os cupins de solo são os mais agressivos e complicados e se lidar dentro da zona urbana. Estes são os cupins que forma aqueles cupinzeiros de terra, muitas vezes vistosos e bem firmes.

Esta espécie não se abriga dentro de madeiras ou dentro de residências, eles constroem o cupinzeiro próximo do local onde tem bastante comida e humidade e vão atrás de alimento como formigas.

Por este motivo, a presença deles pode ser facilmente notada. Este tipo de inseto é voraz e se alimenta da celulose de qualquer material. Couro, papel, madeira e concreto estão entre os alimentos prediletos deles. Portanto, não é difícil entender quais são os riscos estruturais trazidos pelos cupins.

Como sempre, evitar as pragas é sempre melhor do que remediar a situação. Claro que não é nada fácil tentar evitar um animal como o cupim, afinal ele come até concreto, mas é bom tentar.

É possível tentar evitar o aparecimento das pragas seguindo algumas medidas:

  • Cobrir frestas nas paredes;
  • Não acumular entulhos no quintal (principalmente quando houver madeira em meio ao entulho);
  • Preparar o solo antes de iniciar a construção;
  • Evitar que raízes e outros materiais orgânicos fiquem por baixo da estrutura;
  • Evitar deixar tocos de árvores ou raízes após a corta e poda. Este tipo de material, quando seca, vira uma excelente fonte de comida para cupins e com certeza vai atrair os insetos para próximo da sua residência.

Como acabar com o cupim de solo

Acabar com o cupim de solo não é uma tarefa fácil, como já mencionamos. Existem várias maneiras de fazer isso, mas é preciso um pouco de paciência e bastante estudo para cada caso.

A primeira coisa a se fazer é ter certeza sobre qual o cupim está causando problemas, quais as áreas. Ao identificar o tipo de cupim e ás áreas afetadas, existem três principais maneiras de controlar esta praga.

Uso de Cupinicidas não repelentes

Este é um tipo de cupinicida não tão comum no mercado, mas com certeza é o mais eficiente. Ele é um veneno que mata os cupins de uma vez por todas ao invés de repelir, como os repelentes fazem.

Ele funciona de forma bem simples, ao entrar em contato com o solo contaminado com o veneno, os cupins morreram rapidamente.

A melhor forma de aplicar este veneno é encontrando a colônia ou aplicando o veneno próximo ao local onde eles estão se abrigando. Caso o cupinzeiro não esteja próximo, a melhor solução é usar iscas.

Iscas e armadilhas para cupins

O uso de iscas e armadilhas é bem comum no controle de qualquer praga, formigas à roedores. Este tipo de controle também é muito indicado para quem quer acabar com cupins.

A isca contra cupins de solo funciona de forma bem simples. Primeiro é preciso identificar por onde os cupins estão transitando na busca por alimentos e então aplicar a isca por este caminho de acordo com instruções do fabricante.

Os cupins carregarão a isca para dentro da colônia e contaminarão outros insetos, assim como a rainha. A colônia então morre junto com a rainha, eliminando de uma vez por todas o problema.

Este é a solução mais prática e fácil disponível no mercado, apesar de ainda haver riscos de falha.

A isca deve ser aplicada de forma correta, e de preferência por algum treinado ou especializado para realizar a aplicação.

Controle de cupins através de barreira química

A barreira química é um tipo de tratamento de solo que visa criar uma barreira no perímetro externo da construção. Está barreira evita que os cupins subterrâneos consigam acesso para dentro do prédio, controlando assim a praga.

Este tipo de tratamento é altamente eficaz, mas não deve nunca ser realizado por pessoas sem preparo ou sem a devida autorização para este tipo de trabalho. Não é à toa que apenas empresas podem comprar os produtos para este tipo controle.

Para os casos em que a isca ou o cupinicida não funcionarem, o ideal é fazer a barreira química. Para estes casos, contrate uma empresa responsável e que já tenha experiência no mercado.

Caso você esteja procurando uma dedetizadora para resolver os seus problemas de uma vez, contate a Esgotecnica! Nossa equipe de dedetização é altamente treinada para qualquer tipo de controle de pragas, sempre garantindo o melhor resultado final e a satisfação total de nossos clientes.

Sem dores de cabeça e sem problemas, a Esgotecnica está aqui para descomplicar tudo para você!

05 abr 2017

Tipos de cupins: Conheça os principais e saiba como identificá-los

Os cupins são insetos capazes de trazer muito transtorno e problemas para muitas residências. Principalmente as que possuem móveis de madeira. Existem vários tipos de cupins e cada tipo possui características próprias.

Essas criaturinhas não devem ser subestimadas, pois elas podem acabar com móveis, estruturas e em alguns casos até mesmo colocar uma casa inteira no chão.

Só no Brasil são cerca de 300 tipos diferentes desse bichinho. Além disso existem espécies de outros países que podem aparecer por aqui.

Uma boa parte desses cupins se adaptam às áreas urbanas. A situação é tão comum que há uma estimativa de que 30% das construções em São Paulo já tenham sofrido com infestações por parte desses bichinhos.

Pela grande quantidade de casos relacionados a esses bichinhos que é importante aprender quais os tipos de cupins estão sendo encontrados em nossas residências, para então poder lidar com a situação de forma correta.

Quais os tipos de cupins e como identificá-los

Existem três tipos principais de cupins urbanos no Brasil. São essas espécies que causam os maiores transtornos e ocorrem de forma mais comum.

Esses cupins são: Cupins de Madeira Seca, Cupins Subterrâneos e Cupins Coleópteros (Brocas ou Carunchos).

Saiba como identificar cada tipo de cupins:

Cupins de Madeira Seca

Já viu aquele bichinho comumente chamado de “Aleluia” ou “Siriri”?

Esses são parte de um dos tipos de cupins mais comuns no Brasil, os cupins de madeira seca.

Eles são bem conhecidos e durante o começo da primavera é muito comum ver eles voando próximo de lâmpadas e locais iluminados.

As aleluias nada mais são do que os cupins de madeira seca machos. Quando eles estão voando por ai, eles estão procurando lugares para criarem novas colônias e não há nada que eles gostem mais do que madeira seca.

Ou seja, eles atacam muitos móveis e estruturas de madeira.

Mesmo não possuindo um ataque muito agressivo e colônias pequenas, ainda é preciso tomar cuidado com eles e tomar as medidas necessárias para evitar uma possível proliferação.

Cupins Subterrâneos

Os cupins subterrâneos são bem mais complicados que os de madeira seca.

Eles são mais agressivos e possuem uma sociedade muito mais organizadas. A sua presença em um local é caracterizado pelos famosos cupinzeiros de terra.

Esses tipos de cupins, como o próprio nome já diz, vivem em baixo da terra, procurando madeira para se alimentar.

Eles podem se alojar em madeira, couro, tecidos, papéis e alguns deles podem até mesmo se alojar dentro de concreto, comprometendo toda a estrutura de alvenaria de uma casa.

Lajes, fundações, radier e paredes podem ser vítimas desses bichinhos. Sem mencionar cabos de eletricidade e telefônicos.

Eles tem uma adaptabilidade enorme em estruturas urbanas, podendo se aninhar em diversos locais e comprometer importantes estruturas.

Os zangões dessa espécie possuem asas como os cupins de madeira, porém eles possuem uma diferença bem visível.

Os zangões subterrâneos possuem duas veias em suas asas, com poucas transversais. Os cupins de madeira seca possuem três veias e muitas transversais. Essa é a principal forma de identificar um zangão.

Cupins Coleópteros – Carunchos ou Brocas

Esse é um dos tipos de cupins mais expressivos do mundo. Eles representam quase 40% de todas as espécies de cupins já catalogados em todo o planeta.

A maior parte dessa espécie se alimenta de madeira, já outra parte se alimenta de cereais como arroz, milho e feijão.

Eles são o tipo mais fácil de ser identificados e eliminados, pois eles colocam seus ovinhos na superfície da madeira “sem esconder eles”.

O problema é depois que as larvas nascem, pois elas se alojam dentro da madeira sem fazer perfurações e sem deixar rastros de infestação.

É nesse momento que essa espécie é a mais perigosa, pois na fase de larva eles se alimentam da madeira, danificando toda a estrutura de onde estão alojados.

Identificou algum dos tipos de cupins citados aqui e precisa dar um jeito neles? Ligue agora e consulte-nos sobre o nosso serviço de descupinização.

28 jan 2016

Descupinização – O que é e quais os cuidados você precisa ter

Os cupins são uma praga que atinge grandes cidades, casas no interior, empresas e tudo o que vê pela frente. É preciso controlar os cupins para que eles não destruam móveis e imóveis e causem danos físicos e financeiros à população. É nesse combate que entra o processo de descupinização.

O que é descupinização?

A descupinização é o controle dos cupins de madeira ou subterrâneos. Esse controle é feito através de produtos químicos, inseticidas e solventes. Porém, esse não é um processo que pode ser realizado por qualquer pessoa.

O serviço de descupinização deve ser feito por uma empresa especializada, que saberá a melhor quantidade de produtos e a melhor maneira de aplicá-los para controlar a infestação de cupins.

Os tipos de descupinização:

  • A descupinização com barreira química é utilizada no controle de cupins subterrâneos. O produto é aplicado no solo, paredes, tetos e caixotes para que os cupins não se espalhem pela casa.
  • A descupinização com tratamento em madeiramento é feita com a aplicação de inseticidas na madeira infestada através de furos estratégicos seguida de uma pulverização para evitar novas infestações.
  • A descupinização com tratamento de conduítes usa produtos químicos para bloquear a passagem de cupins.
  • A descupinização localizada é usada para tratar cupins em locais específicos com a aplicação do produto químico no local afetado pela praga.

Quando fazer descupinização?

Quando pensamos em cupim, pensamos apenas nas madeiras. Porém, essa é apenas uma espécie de cupins. Existem muitos outros que podem estar comprometendo a estrutura da sua casa, neste exato momento, sem você perceber. Por isso, é quase impossível dizer quando a descupinização é necessária. A única pessoa que pode dizer isto é um técnico experiente.

Existem muitos fatores a serem levados em conta sobre a descupinização. O foco é grande? Qual espécie está infestando o local? Existe risco de uma expansão? Eles trazem riscos estruturais ao ambiente?

Por isso, a descupinização não é um processo que deve ser feito apenas quando percebe que sua casa ou empresa está sofrendo com a infestação de cupins. Ela é a manutenção para evitar futuros problemas. Muitos cupins podem estar escondidos na sua casa agora mesmo, mas você só perceberá quando ou móvel ou parede já estiver corrompido.

Isso faz com que seja necessário chamar uma equipe especializada rotineiramente para verificar a existência de cupins e avaliar se a descupinização é necessária.

21 set 2015

Calor aumenta infestação de cupins; saiba como proteger sua casa

Os cupins não representam uma ameaça à saúde humana, mas podem colocar a saúde financeira em risco ao danificarem telhados e estruturas de madeira.

O problema fica ainda pior com o começo da primavera e os dias mais quentes, quando os insetos se proliferam. Nessa época, é comum ver “siriris” ou “aleluias” voando ao redor de lâmpadas. São machos em busca de novas colônias.

“Cupins são problema em qualquer cidade”, afirma João Justi, biólogo do Instituto Biológico do Estado de São Paulo. Na capital paulista, as espécies mais comuns são a Coptotermes gestroi, chamada de cupim subterrâneo, e a Cryptotermes brevis, conhecida como cupim de madeira seca.

Justi explica que a infestação desses insetos em árvores e edificações é grave por causa da natureza dos cupins: eles se escondem da luz, ficando sempre ocultos. Quando o dano se torna perceptível, é porque já atingiu um nível alarmante.

Os cupins não fazem distinção entre construções novas ou antigas. “Casas com um ou dois anos têm a mesma chance de serem infestadas do que as mais velhas”, conta Justi.

Algo que facilita a aproximação desses insetos é o costume de se enterrar restos de madeira e papel durante a construção de uma edificação. “Esse material pode servir de alimento para cupins, o que facilita a infestação do prédio”, alerta o biólogo.

COMO SE PROTEGER

“Uma dica bacana é sempre usar madeira tratada e optar pelos tipos mais resistentes”, conta a designer de interiores Natália Meyer, que também recomenda a instalação de telas nas janelas.

Outra orientação é vistoriar o ambiente em busca de sinais da presença desses insetos, como: acúmulo de fezes, que são grânulos brancos ou escuros, pequenos túneis construídos em locais úmidos e longe da luz e danos em partes escondidas do mobiliário ou da estrutura das construções, como armários embutidos e telhado.

Se os sinais apontarem para infestação de cupins, o Instituto Biológico realiza a identificação da espécie (serviço que custa R$ 45), elabora laudos de infestação e indica o tratamento necessário, a ser feito por empresas especializadas. O valor do laudo de infestação depende do tamanho da área vistoriada.

As amostras de insetos devem ser encaminhadas para o Laboratório de Triagem Vegetal da instituição, na av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1.252, Vila Mariana.

Fonte: Folha de São Paulo

16 jan 2015

Infestação de cupins: como identificar e eliminar este problema

Uma ameaça silenciosa que quando você vê já comeu boa parte dos seus móveis e coloca a sua família em risco. A infestação de cupins funciona desta forma, mas, apesar de silenciosa, pode ser notada. Neste artigo, iremos mostrar como evitar os ataques, identificar os ninhos e eliminar o problema.

Prevenção de cupins

A primeira parte que se deve fazer é a prevenção contra essa praga urbana. A forma mais eficaz de todas é o tratamento químico das madeiras. Os produtos funcionam como uma camada protetora e ainda servem de veneno para esses pequenos bichos que desejam comer todas as celuloses da casa. O produto químico funciona por cerca de seis anos, então é bom ficar de olho na manutenção.

Também é importante prestar atenção na qualidade da madeira ao comprar móveis para a casa. As madeiras de mais qualidade são mais resistentes aos cupins. O investimento um pouco maior vale à pena para evitar a entrada de pragas em sua casa.

Os cupins gostam de locais úmidos e próximos do solo. Por esse motivo, é bom evitar usar móveis de madeira em solos não cimentados. Assim, você dificulta o acesso.

Outro ponto que vale ressaltar é: tome cuidado com as madeiras que encostam nos seus móveis. Na mudança ou em alguns outros processos, madeiras com infestação de cupins podem ter contato direto com o móvel. Essa é a forma mais fácil de se instalarem ali.

Como identificar?

As infestações de cupins costumam ser percebidas quando já estão em um estágio entre o médio e avançado. Normalmente, as pragas são identificadas quando o morador nota o granulado característicos desses bichos. Isso, na verdade, são as fezes dos cupins.

Você deve evitar que chegue neste ponto com limpezas rotineiras para identificação e prevenção destes bichos. Uma vez por semestre, tire todos os objetos dos armários, estantes etc. e faça uma grande limpeza preventiva.

Você deve observar outros detalhes durante essa higienização. Busque por ranhuras e rachaduras nos móveis – elas facilitam os acessos dos cupins – e bata em alguns pontos da madeira para ver se está oca.

A comunidade de cupins que costuma se alojar nos móveis tem centenas de membros e pode ser eliminada sem oferecer grandes danos quando detectadas logo no começo. Por isso, é importante fazer essa manutenção e identificação.

Eliminar infestação de cupins

Se você identificou o granulado do cupim ou percebeu que pode ter uma infestação no seu imóvel durante uma higienização de rotina, não se preocupe. Existe solução para este problema.

Um dos maiores mitos que criaram nas grandes cidades brasileiras é que a luta contra os cupins é uma luta perdida. A verdade é que é uma luta perdida para eles. Existem no mercado, inúmeros produtos que combatem essas praga, mas a maioria só pode ser usada por profissionais qualificados.

O primeiro passo a se tomar quando perceber uma infestação de cupins em um de seus móveis é removê-lo da casa e evitar o contato com outros objetos de madeira que possam ser contaminados.

Se for uma madeira estrutural da casa, você precisa substituí-la imediatamente por uma tratada para evitar que a praga se prolifere e cause problemas na estrutura.

Depois disso, o ideal é chamar uma equipe para avaliar a situação e determinar qual o melhor cupinicida que deve ser aplicado no seu lar.

Problema com cupins? Não espere e chame a Dedetizadora.

Tire suas dúvidas pelo WhatsApp