O controle de pragas em restaurantes deve ser feito com muita atenção e de total acordo com a legislação e normas.

Não é difícil entender o porque da necessidade de tantas normas. Restaurantes, bares, lanchonetes e restaurantes em ambiente industriais devem estar sempre livres do risco de contaminação.

Não é possível simplesmente jogar um veneno aqui e ali para se livrar das pragas.

Essa limpeza é vigorosamente fiscalizada pela vigilância sanitária e regrada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

O surgimento de pragas nesses ambientes é bem grande, assim como os riscos. Algumas pragas podem ser vetores de doenças diversas, como disenteria, difteria, salmonelose, entre outras.

Outro risco de não seguir esse controle da forma correta está na contaminação por pesticida.

Ao contratar uma empresa ou profissional que não segue essas normas e usa métodos aprovados, talvez a praga deixe de ser o problema e o veneno passe a ser o principal culpado de acidentes e problemas.

O que a legislação diz sobre o controle de pragas em restaurantes?

A legislação que rege como deve ser feito o controle de pragas em estabelecimentos alimentícios é a RDC nº 216, de 15 de setembro de 2004.

Ela é aplicada a todos os serviços de alimentação com as seguintes atividades: cozinhas institucionais, restaurantes, lanchonetes, cantinas, entre outros.

Isso quer dizer que qualquer empresa ou indústria que possua um restaurante, refeitório ou lanchonete deve também seguir as normas de controle de pragas impostas pela lei.

O item 4.3.1 define que: “A edificação, as instalações, os equipamentos devem ser livres de vetores e pragas urbanas. Deve existir um conjunto de ações eficazes e contínuas… com o objetivo de impedir a atração, acesso ou proliferação dos mesmos”.

Já o controle das pragas é regrado a partir do item 4.3.2 que específica que: “Quando as medidas de prevenção não forem eficazes, o controle químico deve ser executado por empresa especializada…”.

Já o item 4.3.3 se refere a como deve ser realizado o processo de controle químico no local “Quando da aplicação do controle químico, a empresa especializada deve estabelecer procedimentos pré e pós-tratamento a fim de evitar a contaminação dos alimentos, equipamentos e utensílios. Quando aplicável, os equipamentos e os utensílios, antes de serem reutilizados, devem ser higienizados para a remoção dos resíduos de produtos desinfetantes. ”

Esses procedimentos são sempre fiscalizados (geralmente de surpresa), e se não estiverem de acordo com as normas a empresa pode acabar tendo um grande prejuízo.

Qual periodicidade exigida para controle de pragas em restaurantes?

De acordo com determinações da Anvisa, os proprietários dos estabelecimentos que produzem, preparem e servem alimentos, precisam de um plano de ação contínua.

Isso quer dizer que a briga contra as pragas não deve acabar nunca.

O plano deve incluir não apenas a dedetização, mas também maneiras de realizar o descarte e armazenamento correto de alimentos e produtos, além de limpeza constante;

Já o controle em si, realizado por uma empresa especializada no Controle de Pragas em restaurantes, deve ser feito mensalmente.

Ou seja, cafeterias, lanchonetes, restaurantes, bares e etc. devem sempre estar fazendo de tudo para evitar a criação e proliferação e devem realizar o serviço de dedetização uma vez por mês.

Como deve ser o controle de pragas de restaurantes industriais

Os restaurantes industriais são um caso a parte, apesar de serem regrados pelas mesmas regras da Anvisa, o problema esta no tipo do ambiente.

Os restaurantes industriais ficam em ambientes que compreendem muito mais do que o restaurante.

Por isso a praga pode não estar no restaurante, pode estar em outras localizações e vão até o local dos alimentos apenas por suprimentos.

Devido a isso o controle deve ser mais especializado e feito com muito mais cuidado e um olhar mais clínico.

A regra ainda se mantém, deve haver um plano para o controle além de dedetização realizada mensalmente.

É importante lembrar que o processo de controle de pragas deve ser feito por uma empresa com experiência e que esteja dentro das normas.

O controle de pragas em restaurante é muito série e nunca deve ser feito de forma incorreta.

Um serviço mal feito, além de não eliminar as pragas, podem prejudicar a qualidade de vida de muitos clientes e funcionários do local.

Não arrisque!

A Dedetizadora Esgotecnica possui um serviço de dedetização completamente dentro das normas e exigências dos órgãos fiscalizadores.

Também contamos com uma equipe altamente treinada para garantir que tudo seja feito como se deve e que nada fique para trás.

Se você procura o melhor serviço de controle de paras para seu restaurante, bar, empresa ou lanchonete, nós temos a resposta!

Entre em contato com a gente e conheça nossas condições e serviços! Tenha a certeza de que aqui você será bem atendido e seu problema será solucionado!